A VINCI Airports está pousando no Brasil, trazendo planos ambiciosos para desenvolver o Aeroporto de Salvador, em benefício do Brasil, da Bahia, de Salvador e de seus cidadãos.

A VINCI Airports tomará gradualmente o controle do Aeroporto de Salvador, assumindo totalmente as operações após o período contratual de transição. Trabalharemos em cooperação com a Infraero e as outras autoridades para garantir uma transferência sem problemas e com eficiência.

Fase 1

Preparação

1 a 30 dias após a Data de Efetivação do Acordo (Data estimada: 1-30 de setembro de 2017)
Definição do Plano de Transferência Operacional, enviado à ANAC
(Agência Nacional de Aviação Civil) para aprovação.

Fase 2

Operação assistida

Após aprovação pela ANAC do Plano de Transferência Operacional e durante 70 dias no mínimo
A Infraero permanece responsável pela operação do aeroporto, com monitoramento direto da VINCI Airports.

Fase 3

Operação de Transição

Após a obtenção pela VINCI Airports do Certificado
de Operação provisório e durante 3 meses no mínimo

A VINCI Airports passa a ser responsável pela operação do Aeroporto com o apoio da Infraero.